Mãe sai da mercearia com os filhos quando se vira e descobre que um desconhecido a seguiu até ao carro

Rebecca Lynn ama os seus filhos, mas em alguns dias, cuidar de duas crianças com menos de dois anos de idade pode ser extremamente stressante. Mesmo as tarefas mais simples podem parecer impossíveis quando se tem um bebé e uma menina de 16 meses.

A jovem mãe ainda estava a lutar contra o horrível refluxo ácido do bebé Theodore, que ele tinha desde o nascimento, quando os dentinhos da sua filha Lucy começaram a nascer. Para além disso, não tinham ar condicionado em casa e estava um calor infernal.

Então, quando a rápida viagem de Rebecca à cidade para ir buscar alguns artigos para a festa de boas-vindas do bebé rapidamente azedou, ela desabou em lágrimas no parque estacionamento.

Rebecca admitiu que estava a sofre tanto mental quanto fisicamente, o que a levou a questionar a sua fé.

Depois de reunir tudo o que precisava, a jovem foi para pegar na sua carteira no saco de fraldas e descobriu que esta não estava lá. O funcionário de check-out aproximou-se e perguntou se estava tudo bem, e ela explicou a situação.

Não havia como voltar a casa a correr para voltar à loja, deixando as duas crianças ao calor, por isso o funcionário cancelou a transação enquanto Rebecca se arrastava para fora da loja sem qualquer artigo.

Ela ligou para a mãe e desabafou, confessando que não aguentava mais e precisava desesperadamente de uma pausa.

Rebecca colocou as crianças nos seus assentos do carro e içou o carrinho duplo no porta-malas. De repente, ela ouviu uma voz dizer “desculpe”.

A mãe exausta virou-se e encontrou uma desconhecida atrás dela. Aquela mulher tinha testemunhado tudo aquilo, pelo que a jovem mãe ficou mortificada.

Mas a mulher não estava lá para constrangê-la ainda mais. A boa samaritana estava lá para ajudar – ela queria comprar os mantimentos de Rebecca.

“Eu sei exatamente o quão difícil é ter dois filhos tão jovens ao mesmo tempo. Eu estive exatamente onde você está e agora os meus filhos estão na faculdade e eu mal oiço falar deles. Então, você não tem de fazer todo o caminho de volta para casa com os seus bebés, eu ficaria muito feliz em fazer isso por si”, disse.

Rebecca agradeceu profusamente, mas recusou a sua oferta. Quando a mulher persistiu, a jovem começou a chorar.

“‘Eu não posso dizer-lhe o quanto isso significa para mim. Muito obrigado. Tem sido tão difícil ultimamente e isso significa muito”, disse Rebecca, pedindo para lhe dar um abraço.

Depois disto, a mulher disse-lhe para ela esperar, que estaria de volta rapidamente. Rebecca terminou de instalar as crianças e, em apenas alguns minutos, fiel à sua palavra, a desconhecida de bom coração voltou com os artigos da jovem mãe que ela tinha tentado comprar.

“Eu sinto muito por ter demorado tanto tempo. Eles colocaram tudo longe, embora eu tenha dito que ia voltar logo a seguir”, disse a mulher.

Agradecendo-lhe do coração, Rebecca voltou a chorar, emocionada pelo gesto daquela mulher que não conhecia.

“Dentro de alguns minutos depois de toda a minha esperança e fé terem sido derrotadas enquanto eu saía daquela mercearia, novamente a sentir-me má como mãe, a minha fé foi totalmente restaurada e reforçada. Fiquei tão chocada que não perguntei pelo seu nome, mas gostava tanto de o ter feito”, conta Rebecca.

A jovem decidiu partilhar a sua história no Facebook, na esperança de que alguém em algum lugar soubesse que a mulher estava a usar um vestido azul no King Soopers em Parker, Colorado – porque ela era a bênção que Rebecca precisava naquele dia.

Esta é a prova que um simples gesto de bondade pode ser o ponto positivo no dia de alguém e fazer toda a diferença. PARTILHE!

Polícia liberta criança a gritar dentro de um carro quente enquanto a mãe estava num festival

A coreografia destas 16 meninas levou o público ao delírio!