in

Mãe liga a pastelaria para pedir bolo para a filha autista. A resposta deles leva-a às lágrimas

Você consegue imaginar a dor e a tristeza que uma criança deve sentir quando ninguém vai à sua festa de aniversário? Foi exatamente isso que uma menina adorável chamada Amy sofreu quando a sua mãe convidou várias crianças para a sua festa, mas ninguém apareceu.

Kim prometeu nunca deixar a sua filha suportar tanta tristeza e vergonha novamente, então ela nunca lhe fez uma festa de aniversário depois disso. Amy, que sofre de autismo, tem dificuldade em fazer amigos e perceber como agir em ambientes sociais, mas tem um coração de ouro.

A história de Amy impressionou Elizabeth Scott, da Savage’s Bakery, que conversou com Kim quando ela pediu o bolo de aniversário de Amy. Ela ficou chocada ao descobrir que a jovem nunca tinha desfrutado de uma festa de aniversário.

Kim insistiu que o bolo fosse decorado com toneladas de flores, porque Amy está “obcecada” por elas. Elizabeth anotou o seu pedido, mas ainda não podia acreditar que não haveria uma festa de aniversário para celebrar os 13 anos de Amy.

Elizabeth não podia imaginar uma criança sem nenhuma festa de aniversário de verdade na vida, rodeada de amigos e familiares a cantar-lhe os parabéns. Ela só sabia que deveria pegar no pedido de bolo de Amy e fazer algo para além de assar e decorá-lo.

“Aquilo falou ao meu coração. Eu disse-lhe que íamos convidar um grupo de pessoas e tornar o dia de anos de Amy ainda mais especial”, conta Elizabeth.

Ela própria mãe, Elizabeth visionou um punhado de pessoas a aparecer para a festa de aniversário de Amy depois de publicar um convite na página do Facebook da padaria.

Para além disso também entrou em contato com a KultureCity, uma organização que ajuda lugares públicos tornar-se mais adequados a pessoas com autismo, que são especialmente sensíveis, na esperança de que a ajudassem a fazer algo especial para Amy.

O Dr. Julian Maha, fundador da KultureCity, tem um filho de 11 anos com autismo não verbal. Ele entende em primeira mão como Kim estava desanimada sobre festas de aniversário.

“Nunca ninguém os convida para a festa de aniversário e nunca ninguém vai às festas de aniversário deles” explicou.

Julian levou um novo veículo de ativação sensorial para o estacionamento da padaria, que foi decorado com cadeiras confortáveis, animações de água e iluminação e painéis com diferentes texturas e outros recursos para ajudar crianças autistas a acalmar-se. “Foi muito emocionante para todos. As outras crianças juntaram-se a ela, o que aliviou a sua ansiedade, e depois ela entrou divertiu-se muito na festa”, conta Julian.

Para surpresa de todos, milhares de crianças e adultos compareceram! Amy apaixonou-se por um dos seus presentes de aniversário – uma galinha colorida que fazia sons.

Para ajudar Amy a sentir-se mais confortável, Elizabeth mostrou-lhe as instalações, em especial onde o seu lindo bolo de aniversário tinha sido feito. Era lindo, coberto de flores de verão brilhantes como ela sonhava.

“Fizemos deste dia um dia especial para ela. A Amy esteve toda sorridente o dia todo”, lembra Elizabeth.

Kim não podia acreditar que a sua filha finalmente tinha tido o aniversário dos seus sonhos. E ela ainda estava chocada por ter sido um estranho a fazer isso acontecer.

Julian disse que ficou feliz por poder testemunhar a felicidade de Amy. Educar os outros, como Elizabeth, sobre o autismo e outras necessidades especiais é a razão pela qual ele criou a organização sem fins lucrativos.

“Pessoas como Elizabeth, para mim, são a razão pela qual fazemos o que fazemos, porque se pudermos converter alguém como Elizabeth que realmente não tem conexão pessoal com deficiências e levar essa mensagem de inclusão e aceitação para o próximo nível, então estamos a fazer o nosso trabalho”, explicou.

Veja como Amy ficou encantada na sua primeira festa de aniversário de sucesso e PARTILHE!

A mudança radical desta jovem fez com que todos ficassem de boca aberta

Casal sai para jantar e descobre estranhos dentro de casa quando voltam