Mãe grávida de gémeos com diagnóstico raro toma decisão corajosa contra conselho do médico

Como a maioria dos pais sabe, a vida gosta de nos surpreender quando menos esperamos! Desde coisas pouco importantes, como esquecer as chuteiras do filho antes de um jogo, a outras mais sérias, como perder um emprego antes de um grande problema de saúde, podemos sempre contar com algo inesperado para acontecer.

Este também foi o caso quando Lisa e Dare Hansen foram aos seus ultrassons semanais depois de descobrir que Lisa estava grávida. Os médicos observaram a tela e disseram ao casal que eles estavam à espera de gémeos! No entanto, tratava-se de uma gestação gemelar monocoriónica monoamniótica, e apesar da notícia chocante, eles respiraram fundo e permaneceram confiantes de que queriam ser pais mais do que qualquer outra coisa no mundo.

“Fomos abençoados com gémeos! Então, descobrimos que eram gémeos raros monocoriónicos monoamnióticos! Que montanha russa emocional”, conta Lisa. Os médicos passaram um longo tempo a alertar Lisa e Dare sobre os perigos de continuar a gravidez – mas o casal continuou forte e prometeu trazer os seus filhos ao mundo, independentemente de tudo.

Infelizmente, o resto da gravidez não correu muito bem. Lisa foi internada na enfermaria de internamento do hospital durante sete longas semanas antes da sua cesariana, mas essa não foi a pior parte. Após o nascimento das suas gémeas, River e Piper, a família foi forçada a permanecer no hospital por mais sete semanas. Este foi um começo difícil, mas com o amor e devoção incondicional de Lisa e Dare, estamos confiantes de que as pequenas River e Piper estarão em boas mãos.

Saiba mais sobre a sua história angustiante no vídeo abaixo e PARTILHE!

Casados há 63 anos, casal morre com minutos de diferença. Momentos mais tarde, filho repara no inexplicável

Objeto no túmulo de menino desaparece. Pais ficam boquiabertos com o que um estranho coloca no seu lugar