in

Jornalista Dá a Notícia Da Morte Da Própria Filha

Hoje vamos dar-lhe a conhecer Angela Kennecke, pivô da KELO-TV, afiliada da CBS, que deu a notícia da morte da própria filha.

A filha de Angela, Emily Groth, morreu aos 21 anos, vítima de overdose de Fentanil, um opioide (analgésico) forte que tem sido associado a um elevado número de mortes por todo o mundo, inclusive celebridades.

Emily faleceu no mês de maio de 2017, mas só agora Angela resolveu partilhar a morte da filha com os espectadores, após fazer a cobertura do consumo de opioides nos EUA tantas vezes.

Angela apercebeu-se que algo estava errado com a filha, mas não fazia ideia que ela era dependente de Fentanil, e estava a preparar uma intervenção quando recebeu uma chamada chocante do marido.

“No dia 16 de maio, a minha filha de 21 anos, Emily, morreu de overdose. A causa oficial de morte foi envenenamento por Fentanil. A perda de um filho, especialmente de forma súbita e chocante, virou o meu mundo de pernas para o ar. Nunca pensei que um membro da minha família pudesse fazer parte das estatísticas que ouvimos nos noticiários da noite. Ninguém pensa. Temos de encontrar melhores formas e mais acessíveis de tratar o vício. Temos também de acabar com o estigma que impede muitos de procurar ajuda, incluindo a minha filha. Se 72 mil pessoas morressem anualmente de qualquer outra causa, estaríamos determinados a acabar com o sofrimento de tantas famílias, tantas mães”, disse a pivô.

Depois de relatar a história no jornal, Angela deu ainda uma entrevista à rede CBS, onde disse: “A melhor maneira que conheço para lidar com a minha dor é partilhar a minha história. O último dia em que vi a Emily foi no Dia da Mãe, e a última coisa que eu lhe disse foi que a amava. E ela disse-me o mesmo. Então, nesse sentido, sinto-me sortuda”.

Veja o vídeo e PARTILHE!

A mais pequena mãe do mundo morre aos 44 anos de idade

Mulher sem-abrigo prova que o governo lhe deve 100 mil dólares