in

Este é o Jonathan, a tartaruga de 187 anos fotografada em 1886 e recentemente

Hoje vamos dar-lhe a conhecer Jonathan the Tortoise, uma tartaruga bem grande e amigável, que se estima que tenha aproximadamente cerca de 182 anos de idade.

Jonathan estava vivo quando aquando de momentos históricos como as duas guerras mundiais, e muito mais.

As fotografias de Jonathan a preto e branco remontam ao ano de 1902, embora a sua data de nascimento estimada seja o ano de 1832.

Já em 1902, Jonathan era uma tartaruga adulta, o que significa que tinha pelo menos 50 anos nessa altura. Uma pequena investigação indica que Jonathan foi levado para a ilha de Santa Helena em 1882, onde ainda vive hoje.

Jonathan reside na Plantation House, com o governador de Santa Helena, e é adorado por todos. Ele partilha a propriedade com outras 5 tartarugas, sendo o mais velho.

Embora ainda tenhas forças, já começa a sentir os efeitos do envelhecimento. O seu olfato e visão começaram a degenerar-se, mas por outro lado, surpreendentemente, parece não ter perdido a libido e mostra-se interessado numa das tartarugas com quem vive.

Segundo o especialista Joe Hollins, esse comportamento é um bom sinal e significa que Jonathan ainda vai viver mais alguns anos. Afinal, uma libido ativa indica saúde e espírito jovem.

O Dr. Hollins deteta declínios relacionados com a idade, como Jonathan ficar mais frio que as outras tartarugas, e o facto de ser mais magro por não comer tanto como devia. Então, o veterinário compensa isso dando-lhe uma refeição especial com mais calorias uma vez por semana.

A expectativa de vida média para uma tartaruga é de apenas 150 anos, e Jonathan conseguiu ultrapassar largamente esse número.

Se quiserem visitar durante o dia e não incomodar Jonathan enquanto ele dorme, o público em geral é bem-vindo para visitar e fotografá-lo a uma distância de 2 metros.

O problema principal para a tartaruga é manter-se longe de todos os turistas, todos desejosos de tirar selfies com ele. Os responsáveis ​​pela segurança de Jonathan estão constantemente a trabalhar em novas maneiras de bloquear o recinto e manter Jonathan seguro – eles só querem ajudar Jonathan a viver uma boa vida, ainda mais longa. Todo o cuidado conta, considerando que ele já excedeu a expectativa de vida máxima de uma tartaruga e que pode ser o último da sua raça.

Acredita-se que Jonathan é a última tartaruga remanescente da sua linhagem, e que as outras foram extintas devido à caça. O Dr. Hollins investigou muito sobre a raça de Jonathan, e até publicou um artigo em 2011 sobre esse mesmo assunto.

Embora Jonathan seja a mais velha tartaruga viva que se conhece, não é a tartaruga mais antiga já registada, pois diz-se que uma tartaruga da Índia viveu 250 anos!

“Na verdade, ele pode morrer a qualquer momento, mas esperamos conseguir prolongar a sua vida o máximo possível, com qualidade de vida. Quando chegar o dia, será de certeza uma notícia internacional”, disse o veterinário.

Esperamos que Jonathan fique por cá muitos mais anos. PARTILHE!

Sonha em ser pago para provar chocolate? Chegou a sua oportunidade!

Enorme buraco na estrada engole carro