Emocionante

Invasores ocupam a casa de idoso de 88 anos que a queria vender para se juntar à sua esposa numa casa de repouso

No dia 26 de setembro, em Toulouse, um grupo de invasores ocupou a casa de Roland Leutard, um idoso aposentado de 88 anos, após terem trocado as fechaduras. Mesmo tendo tido várias reuniões com quem de direito, o octogenário foi informado que tem de esperar até dia 1 de junho para poder recuperar a sua propriedade.

Durante vários meses, Roland foi alternando estadias entre a sua casa e um apartamento que alugou em Albi, perto da casa de repouso em que a esposa se encontra. A certa altura, os invasores aproveitaram a ausência de Roland para se apoderar da sua casa.

“Eles ficaram com a minha casa, onde cresci e criei a minha família”, disse o idoso, que tinha acabado de colocar a sua casa à venda para se poder juntar à esposa.

“Para me juntar à Odile na casa de repouso, preciso de financiar a minha estadia, e sem a venda da minha casa, estou de mãos e pés atados”, explicou Roland.

Até setembro, o idoso voltava todas as semanas à Cidade Rosa para descansar e cuidar da casa. Quando não estava presente, uma governanta vinha regularmente para recolher a correspondência e certificar-se de que tudo estava bem.

Infelizmente, tudo mudou no dia 26 de setembro, quando a governanta não conseguiu aceder ao interior da casa porque todas as fechaduras tinham sido trocadas. Para além disso, a habitação parecia ocupada por 4 ou 5 pessoas.

Rapidamente informados da situação, Roland e a sua filha Diane apresentaram queixa na delegacia. “Mas a polícia nada pôde fazer, pois os invasores ocuparam o local por mais de 48 horas e como todas as fechaduras foram trocadas, não havia nenhum vestígio de invasão”, disse Diane.

Entretanto, duas reuniões separadas foram realizadas na manhã de 8 de fevereiro, em frente à casa ocupada. Num ambiente tenso, 10 vizinhos de Roland Leutard, compareceram para apoiá-lo e enfrentar as 20 pessoas que apoiam os invasores ilegalmente instalados.

Por sua vez, Maxime Boyer, prefeito distrital e deputado municipal também visitou o local em apoio ao octogenário. “A prefeitura de Toulouse, Jean-Luc Moudenc e eu damos todo o apoio ao senhor Roland Leutard. A municipalidade apoia-o moralmente e aos seus esforços. Estamos a ouvir o Sr. Roland e o seu advogado”, disse.

Após entrar com uma ação judicial, o proprietário do imóvel esperava recuperar a sua propriedade.

“A conclusão do julgamento foi que estes bandidos não podem ser expulsos antes do mês de abril por causa das férias de inverno”, explicou Roland.

Para piorar as coisas, as férias de inverno costumam terminar a 1 de abril, mas este ano foram prorrogadas até 1 de junho devido à crise de saúde associada ao Covid-19.

“Não sei o que vou fazer se em junho este grupo não for embora e se eu não puder vender a casa. Queria terminar os meus dias com a minha mulher. Há 65 anos que estamos juntos. Não existe justiça, é horrível”, desabafou Roland.

Para além disso, as suas roupas, bem como os seus eletrodomésticos e outros itens pessoais ainda estavam nas acomodações quando os invasores ocuparam o local.

“Eles têm usado as minhas coisas. Usam a água e luz, que ainda não foram cortadas. Espero não receber a conta”, disse o idoso, desgostoso.

 

Depois da casa ter sido colocada à venda, um investidor mostrou interesse na propriedade, mas a cidade de Toulouse rejeitou o projeto imobiliário.

Agora, Roland só espera que a casa não esteja muito degradada quando voltar para lá.

Esperamos que se faça justiça o mais rápido possível pois esta situação é simplesmente insustentável.

Mais Populares

To Top

Possível adblock detectado

Se estiver a usar um Ad Block por favor desligue-o no nosso website. Os anúncios são essenciais para a manutenção deste website.

Refresh