in

Homem de Viseu sem perna está na miséria e abandonado

Esta é a história de Mário Rodrigues, um homem de 50 anos que reside em Várzea da Serra, Tarouca, no norte de Viseu.

Infelizmente, Mário não tem uma perna e vive na miséria, pois não tem o apoio da família e recebe apenas 190€ por mês de segurança social.

“Passo por muitas dificuldades. Vivo numa casa onde chove como na rua e entra frio. Precisava que me ajudassem a arranjar a casa”, diz Mário.

Mário trabalhou em Lisboa durante 30 anos, mas a crise que se faz viver no país obrigou-o a voltar à terra onde nasceu. No último mês de maio, sofreu um acidente de trabalho enquanto manobrava uma motocultivadora, ficando sem a perna direita, o que mudou radicalmente a sua vida.

“Agora não consigo trabalhar, ganhar o meu dinheiro. A minha família abandonou-me e vivo com 190€ que a Segurança Social me dá. Cerca de 80€ são para a medicação”, conta Mário, que só consegue mexer-se com a ajuda de canadianas.

“Este inverno está a ser muito duro. Passo muito frio em casa”, queixa-se o ex-operário de construção civil, que só conta com o apoio de alguns amigos e as refeições de um lar da terra.

“Este homem precisa de ser ajudado. Ninguém merece viver nestas condições. Nós fazemos aquilo que é possível mas não chega”, diz Amadeu Alves, proprietário de um café na zona.

Os técnicos da Câmara de Tarouca já fizeram uma visita a casa de Mário, mas disseram que apenas o podem ajudar quando a habitação estiver no seu nome, e esta ainda está no nome dele e dos irmãos.

PARTILHE, é importante!

Um casal que está casado há 69 anos foi separado porque têm de viver em 2 lares diferentes.

Jovem está no segundo dia de trabalho, vê comportamento estranho de um homem e age rapidamente