Este homem tornou-se milionário a partir de um telefone público

Esta é a história de Flávio Augusto Silva, um homem residente no Rio de Janeiro que se tornou num dos mais ricos do Brasil através de um telefone público.

Em 1991, quando Flávio tinha 19 anos, conseguiu emprego como televendedor de cursos de inglês. Não tendo telefone de casa, Flávio resolveu ultrapassar esse obstáculo trabalhando a partir do telefone público do Aeroporto de Santos Dumonty.

Atualmente, Flávio tem a sua própria escola de inglês, a Wiser Education, que conta com vendas anuais de aproximadamente 96 milhões de euros. Flávio possui uma fortuna pessoal estimada em 281 milhões de euros.

Nessa altura, ter telefone fixo ainda era considerado um luxo no Brasil, pois a instalação era cara e a lista de espera bem comprida.

Apesar disso, Flávio recusou-se a desistir, e ao iniciar o trabalho percebeu que tinha grandes capacidades de venda de produtos.

Em pouco tempo, foi promovido a diretor comercial, e foram passados quatro anos que abriu o próprio negócio.

“Senti que estava pronto. A empresa onde trabalhava não estava disposta a fazer as mudanças necessárias para melhorar a qualidade dos cursos. Conhecia o produto como ninguém e sabia que podia melhorá-lo”, conta Flávio.

Após essa resolução, o jovem encontrou alguns obstáculos, como não saber falar nem escrever bem em inglês e a dificuldade em obter um empréstimo bancário. Contudo, ultrapassou isso utilizando os 4600€ que tinha no cartão, pelo que ficou a pagar taxas de juros elevadas a partir daí.

Para o negócio, Flávio contratou 18 pessoas para desenvolver materiais pedagógicos e um método inovador que tornasse difícil competir para as outras escolas. Assim, foram criados cursos de inglês para adultos à procura de trabalho, em vez dos típicos para crianças nos tempos livres.

Depois de sentir que tinha construído um império, Flávio quis experimentar coisas novas, e vendeu a escola a um grupo brasileiro por aproximadamente 240 milhões de euros.

Então, decidiu apostar no futebol, e no ano de 2013 investiu milhões de euros para ser o acionista maioritário do clube Orlando City, nos EUA.

Rapidamente, a equipa subiu à primeira divisão norte-americana, sendo um dos clubes mais valiosos do mercado dos EUA.

Entretanto, Flávio recuperou a sua empresa de escolas de inglês depois de uma oferta simbólica dos novos proprietários, que estavam numa situação de desespero, pois com eles as vendas tinham baixado de forma drástica.

Flávio aceitou e conseguiu tornar a empresa num sucesso novamente, tendo-a expandido para outros países da América Latina.

Para inspirar os mais jovens a ter sucesso na vida e um espírito empreendedor, Flávio criou um blogue chamado “Geração de Valor”.

Que história inspiradora, não acha?

Casal está no parque de estacionamento quando lê bilhete da empregada de mesa que os deixa chocados

O que acha deste celeiro rústico que também serve como casa de hóspedes?