Soldado de 83 anos mantém a promessa que fez ao companheiro na Guerra do Vietnam

Quando toda a gente estava a celebrar o ano novo, em 1968, dois soldados estavam presos num bunker.

William Cox e James Hollingsworth estavam a lutar pela vida e pelo país durante a Guerra do Vietnam e ficaram presos nas Montanhas de Mármore.

Os dois homens não sabiam se conseguiriam sobreviver a noite, e ainda mais chegar a salvo a casa.

Então, fizeram um acordo: “se sobrevivermos a este ataque ou ao Vietnam, vamos contactar-nos todos os anos no ano novo”.

Passados 50 anos, William e James, da Carolina do Sul e da Geórgia respetivamente, mantiveram a sua palavra e arranjaram sempre forma de falar um com o outro no dia de ano novo.

Às vezes faziam chamadas, outras reuniam-se pessoalmente, e nunca falharam uma passagem de ano.

Infelizmente, no ano passado, James informou William que tinha uma doença terminal, por isso William viajou 200km para ver o companheiro.

Quando estiveram juntos, James quis que William lhe prometesse que fazia um discurso no seu funeral.

William assim o fez, emocionado ao lado do caixão do amigo, e contou às pessoas sobre a sua forte ligação: “há um vínculo entre os fuzileiros navais que é diferente de qualquer outro ramo de serviço, somos como irmãos”.

Na Guerra do Vietnam, James era o piloto e William era o artilheiro, e mesmo após a guerra, continuaram a ser o apoio um do outro.

Embora a morte de James tenha sido muito triste, sabemos que teve sempre um grande amigo para o ajudar. PARTILHE!

Uma mulher pediu ajuda depois da morte de uma amiga: a resposta de um senhor idoso foi comovente

Pai faz serenata ao filho surdo e fica em lágrimas quando a criança esboça um sorriso angelical