in

Finalistas ficam confusos ao ver colega chorar durante juramento até que ela corre para o palco

A formatura do ensino médio é um evento empolgante, não apenas para os finalistas, mas para toda a família. Embora seja certo e sabido que muitos vão fazer chorar os pais, geralmente os jovens estão cheios de sorrisos e alegria, pois estão no centro do palco durante a cerimónia.

Os finalistas têm todo o seu futuro à frente deles, por isso é um momento incrivelmente emocionante.

No entanto, as coisas revelaram-se um pouco diferentes para uma aluna chamada Miranda. Quando ela entrou no auditório no dia da sua formatura, ela nunca esperou explodir em lágrimas à frente de toda a sua turma!

A cerimónia estava apenas a começar para os finalistas da Flórida, que estavam todos vestidos com os seus trajes azuis e chapéus de formatura. Eles estavam todos de frente para o palco quando um orador convidado subiu os degraus.

O orador convidado parou em frente ao pódio e anunciou: “Boa noite a todos. Por favor, juntem-se a mim no Juramento de Lealdade?”. Essa não é uma pergunta que costuma deixar uma adolescente a chorar, mas foi exatamente o que aconteceu com Miranda!

De facto, os colegas à volta dela podiam ouvi-la a soluçar durante todo o juramento – certamente perguntando-se o que a teria desencorajado. Ninguém sabia quem era o orador convidado, mas Miranda sabia.

Depois que de ser anunciado que os alunos poderiam sentar-se, em vez disso Miranda correu diretamente para o palco em direção ao orador convidado. Embora nem todos estivessem cientes disso, o homem que vestia um uniforme era, na verdade, o irmão de Miranda, Derek.

Derek é um piloto que foi implantado no exterior, e decidiu surpreender a sua irmã no seu dia especial de uma forma que ela nunca esquecerá.

Assista ao vídeo abaixo para ver a reunião por si mesmo – é um momento emocionante que provavelmente também o deixará comovido.

Escola pune menina por bater em menino. Quando a mãe descobre o motivo, ela corre para o gabinete do diretor

Família acredita que a menina não tem atividade cerebral – 4 anos depois, ela desperta e deixa todos de queixo caído