in ,

Miss é humilhada por ser de uma família humilde, mas observe como ela silencia a boca de todos

Não há ninguém melhor que ninguém, independentemente do seu género, raça, religião ou status socioeconómico. A verdade é que todos merecemos respeito e devemos ter a oportunidade e o direito de lutar pelo que sonhamos.

A prova disso é Lupita Valero, uma jovem de 22 anos de Guerrero com origens humildes, que trabalha arduamente como empregada de mesa para poder realizar o sonho de ser estilista.

Lupita não só é muito trabalhadora, como também se destaca pela sua beleza, que lhe valeu uma participação no programa de Miss chamado Mexicana Universal.

Infelizmente, Lupita foi alvo de comentários horríveis nas redes sociais, onde fizeram troça dela por vir de uma família mais pobre.

Apesar disso, a jovem não tem vergonha de servir às mesas para conseguir pagar os estudos. Muito pelo contrário, está orgulhosa de o fazer.

Após ser humilhada nas redes sociais durante a sua participação no Mexicana Universal, um dos jurados, David Solomon, resolveu questioná-la sobre isso quando chegou a altura de colocarem perguntas às concorrentes.

“Minha querida representante de Guerrero, a questão é para você, mas vou dedica-la a um pobre homem que fez um comentário muito infeliz que me deixou zangado. Por isso, eu faço-lhe a pergunta de coração porque sei que você irá responder perfeitamente, precisamente para esse tipo de ralé. Você sentiu-se discriminada por ter esse emprego?”, perguntou David.

A jovem ficou em silêncio durante um bocado, até responder, visivelmente emocionada, que admite ter sofrido discriminação devido ao seu emprego como empregada de mesa. Porém, está a acabar o curso de engenheira têxtil e estilista de moda, graças a isso.

Veja o discurso completo de Lupita no vídeo abaixo e PARTILHE!

Mãe tem que deixar o bebé após os médicos dizerem que ele não vai sobreviver

Hospedeira de bordo encontra pen no chão do aeroporto e o que descobre lá dentro deixa-a boquiaberta