in

Este CEO cortou no próprio salário para aumentar o rendimento mínimo dos seus funcionários de $30 mil para $70 mil

O CEO de uma empresa de processamento de crédito está a dar aos seus funcionários mais do que a remuneração desejada, aumentando os seus salários para mais de metade do que eles estão a receber atualmente.

Dan Price, CEO da Gravity Payments, com sede em Seattle, anunciou na terça-feira que todos os funcionários do novo escritório da empresa em Boise, Idaho, receberão um salário anual mínimo de US $ 70.000 até 2024.

O CEO oferece aos funcionários a remuneração mais desejada que alguém poderia pedir. “Hoje de manhã, cortámos a fita no novo escritório e anunciámos que todos os nossos funcionários aqui começarão a receber o nosso salário mínimo de US $ 70 mil. Estou muito grato por trabalhar com esta equipa incrível e poder compensá-los pelo valor que eles acrescentam à nossa comunidade”, comunicou.

O escritório em Boise era anteriormente uma empresa independente chamada ChargeItPro, e a Gravity adquiriu-o como filial há três anos.

Atualmente, os seus funcionários recebem a remuneração tão desejada graças ao seu generoso chefe. Dan já tinha concedido aos seus funcionários um aumento salarial em 2015, depois de ler um estudo sobre a felicidade, onde aprendeu que o aumento do rendimento pode fazer uma diferença notável no bem-estar emocional de uma pessoa, com valores recomendados de $ 75,000/ano.

Então, decidiu aumentar os salários mínimos anuais para todos os seus 120 funcionários em Seattle para US $ 70.000, o que provavelmente é mais que justo. Para tornar isso possível, Dan cortou no seu próprio salário de US $ 1 milhão em 90%. A medida dobrou o salário de cerca de 30 membros da sua equipe e proporcionou aumentos significativos a outras 40 pessoas.

O CEO de 35 anos é o acionista maioritário da empresa privada, que iniciou no seu dormitório quando tinha apenas 19 anos, e o seu irmão mais velho, que lhe forneceu capital para começar, é o único outro acionista.

“Estou cansado de fazer parte do problema, quero fazer parte da solução. Antes, eu estava a ganhar um milhão de dólares por ano e as pessoas que trabalhavam para mim ganhavam US $ 30.000 por ano. Isso é errado, eu estava a alimentar o problema”, conta Dan.

Recentemente, publicou no Instagram sobre a sua decisão de sacrificar o seu salário de um milhão de dólares em troca do aumento dos salários dos seus funcionários.

“Muitas pessoas pensam que abdicar de um milhão de dólares por ano e um lucro de milhões é um sacrifício irracional para pagar salários dignos, mas eu sou a prova de uma coisa: vale a pena”, escreveu.

Os funcionários do escritório de Idaho ficaram muito felizes com o anúncio e Dan diz que já ouviu falar como o aumento salarial impactou positivamente as suas vidas.

“Ouvi de uma funcionária que era mãe solteira que já não precisava de dois empregos e que podia estar mais presente na vida do filho”, contou o CEO.

Esperamos que a iniciativa de Dan se espalhe pelo mundo fora.

E se voltasse a encontrar o grande amor da sua vida, o que faria?

Este corajoso pai com deficiência leva o seu filho para a escola todos os dias na sua cadeira de rodas