in

Uma enfermeira tinha cuidado dele porque nasceu prematuro: 30 anos depois eles encontraram-se no mesmo hospital

Esta é a história de Vilma Wong, uma enfermeira que descobriu que uma criança que ela tinha cuidado há 30 anos é, atualmente, seu colega de trabalho.

Vilma é enfermeira na unidade de terapia intensiva neonatal de um hospital da Califórnia há mais de 30 anos, pelo que já cuidou de milhares de bebés prematuros.

Embora ainda mantenha contacto com alguns dos pais que conheceu no hospital, perdeu totalmente o rasto da maior parte das famílias.

Quem também trabalha nesse hospital é Brandon Seminatore, um jovem neurologista, que nasceu lá há 29 anos.

Os dois profissionais encontraram-se no trabalho, e fizeram algumas questões um ao outro. Quando Brandon disse o seu nome, Vilma sentiu que este lhe era familiar, e então ele disse-lhe que tinha nascido naquele hospital.

Vilma lembrou-se de ter cuidado de uma criança com o mesmo nome, há muito tempo, e perguntou a Brandon se o seu pai era polícia. Este confirmou-o, e Vilma teve a certeza que tinha acompanhado Brandon na sua luta pela vida após nascer prematuramente.

O jovem sabia da existência de Vilma, pois a mãe contou-lhe a história quando soube que ele tinha sido contratado no hospital onde nascera, mas pensou que a enfermeira já se tivesse reformado.

Contudo, Vilma continua lá a ajudar crianças e famílias, e quando Brandon contou isso aos pais, a mãe disse-lhe para levar uma fotografia deles.

Então, os dois tiraram uma fotografia atualizada, para celebrar o facto de se encontrarem após tanto tempo, e esta foi partilhada no Facebook pelo próprio hospital. PARTILHE!

Pai envia filho autista ao restaurante para ir buscar o menu e fica boquiaberto pela forma como este é tratado

Pai encontra envelope selado escondido no porta-luvas da filha com “informações do novo carro” e a história torna-se viral