Emocionante

Homem encontra o anel de noivado de uma senhora graças ao detetor de metais: tinha sido roubado há 33 anos

Dorothy Nicoll, de 82 anos, mal conseguiu acreditar quando um desconhecido chamado George Taylor localizou a sua família depois de encontrar o anel de noivado que tinha perdido há muito em Carnoustie Beach.

Com a amiga Liz Neish, George, de 60 anos, embarcou numa missão para devolver o anel ao seu legítimo proprietário.

Tudo o que eles tinham era uma data e as iniciais gravadas no interior do anel. A partir dessas poucas pistas, os detetives amadores conseguiram encontrar registos do casamento de Dorothy com Andrew Nicoll em 1963.

Depois, uma pesquisa no Facebook levou-os à filha de Dorothy, Hilary, e assim o anel foi devolvido.

Dorothy, que não via o seu querido anel desde que a sua casa foi assaltada em 1987, levou-o a um joalheiro local que substituiu uma pedra e a limpou, e agora está encantada.

“Eu e o meu marido estávamos no teatro na noite em que invadiram a nossa casa. Quando voltámos, reparámos instantaneamente que a TV, o gira-discos e outros objetos tinham desaparecido, entre eles a minha caixa de joias também. A pedra tinha saído do anel, por isso a deixei-o em casa, na caixa de joias. Depois disso, nunca mais tivemos notícias da polícia, então presumo que os ladrões nunca foram apanhados”, recorda Dorothy.

“Quando Hilary me disse que alguém tinha entrado em contacto para dizer que tinha encontrado o meu anel de noivado, pensei que era impossível. Eu desisti depois de ter sido roubada, mas assim que o vi reconheci-o imediatamente por causa da gravação no interior. O joalheiro fez um ótimo trabalho e estou muito feliz por ter o anel de volta”, acrescentou.

Infelizmente, o seu marido Andrew morreu há cerca de 4 anos, o que torna o retorno do anel ainda mais agridoce.

“Ele adoraria ter visto de novo o anel. Ele era um estudante na altura em que ficámos noivos, conseguiu algum dinheiro com um emprego e então disse que íamos casar. Fomos comprar o anel, que ambos adorámos”, disse Dorothy.

George encontrou o anel durante um dos seus passeios regulares, enquanto vasculhava a areia da praia de Carnoustie com um detetor de metais, dez centímetros abaixo da superfície.

“Para mim, o entusiasmante de fazer isto são as histórias maravilhosas que descubro. Estou muito feliz por ter conseguido devolver o anel”, disse George.

Não é a primeira vez que George devolve joias há muito perdidas aos seus donos – em 2015, deu a Alex Jones o anel de noivado do pai dela, passados 43 anos deste ser perdido nas areias de St Andrews.

Mais Populares

To Top

Possível adblock detectado

Se estiver a usar um Ad Block por favor desligue-o no nosso website. Os anúncios são essenciais para a manutenção deste website.

Refresh