in

É oficial: segundo a ciência, divorciar deixa-o 10 anos mais jovem

O divórcio é uma experiência traumática e difícil de gerir, principalmente quando se acaba um relacionamento que durava há muitos anos. Porém, depois de digerir a situação, pode mesmo ser bom para o corpo e para a mente.

Segundo investigações científicas, as mulheres que se divorciam chegam a rejuvenescer o equivalente a 10 anos, ou seja, um número significativo de mulheres beneficia da separação.

Isso acontece porque se libertam do peso do passado e aprendem a viver o presente, que é a melhor forma de construir o futuro. Uma mulher divorciada finalmente consegue deixar para trás o que a atrasa, para saborear cada passo como uma conquista.

Ela recupera o seu espaço pessoal. Um casamento saudável é um vínculo que torna as duas metades de um casal mais fortes, mas um tóxico prejudica ambos. O fim de tal relacionamento permite que a mulher se concentre finalmente na sua vida e felicidade.

Ela reencontra a serenidade. As brigas constantes e crónicas num casamento infeliz são uma fonte de ansiedade e tensão constante, pelo que separar-se pode mesmo ser a única maneira de recuperar a paz interior.

Começa a cuidar de si mesmos novamente. Quando as preocupações acabam, o stress pode passar a ser usado para pensar na própria saúde e bem-estar, desde retomar hábitos mais corretos até cuidar mais da aparência.

São pequenas e grandes mudanças que, a pouco a pouco, fazem-na reconquistar a confiança na vida e entender que têm controlo sobre a sua existência novamente. Tudo se transforma numa experiência de crescimento que gera um círculo virtuoso e um fluxo de energia positiva.

Atualmente, o divórcio ainda é visto como um fracasso, como uma espécie de violação de valores morais e sociais considerados sagrados e eternos. O fim de um longo relacionamento tem sempre um sabor amargo, isso é certo, mas devemos também aceitar a mudança.

Às vezes, o final é parte do caminho. Esta atitude construtiva permite-nos não continuar a nossa história pessoal. O objetivo da felicidade está sempre presente, simplesmente mudou o caminho para lá chegar.

PARTILHE!

Exigem que o zelador vá limpar a sala de aula, mas quando ele chega é incapaz de parar de chorar

A traição é a escolha mais covarde que existe