in

Dona de salão oferece “Dia de beleza” e emprego a sem-abrigo transexual

Hoje vamos dar-lhe a conhecer a história de Tatiana Van Campo, proprietária de um salão de beleza em Natal, no Brasil, que quis ajudar Ana Paula, uma mulher transexual sem-abrigo.

Tatiana ofereceu um “dia de beleza” a Ana Paula, e passado uma semana, ofereceu-lhe emprego.

“Quando a vir comer do lixo, peguei na mão dela e convidei-a para jantar”, conta a dona do salão.

Isso aconteceu na noite de 24 de maio, quando Tatiana voltou ao salão para ir buscar a mala de que se tinha esquecido, e acabou por ver aquela cena triste na rua.

“Vi a Ana Paula a comer do lixo à frente do salão. Uma rapariga tinha acabado de deitar o lixo fora e lá estava ela. Pegou no resto de uma marmita que estava dentro do lixo e comeu com as mãos. Quando vi isso, doeu-me muito o coração”, lembra Tatiana, que a levou para a cozinha do seu salão.

“Eu até me tinha esquecido que o salão estava em funcionamento e lotado. As pessoas até se assustaram, acharam que era um assalto, e eu disse que não, que ela estava comigo”, conta Tatiana.

Entretanto, Ana Paula sentou-se e comeu juntamente com Tatiana e o resto do pessoal, e falou-lhes sobre si.

“Ela disse que saiu de casa aos 15 anos. Os pais não aceitaram a sua orientação sexual, por isso foi expulsa de casa”, explica Tatiana.

Depois do jantar, Tatiana deu a Ana Paula dinheiro para comer nos dias seguintes. “Nesse momento, ela disse que tinha o sonho de fazer design de sobrancelhas”, conta Tatiana.

Então, no dia 27 de maio, Ana Paula regressou ao salão para uma grande surpresa. “Eu disse-lhe que a ia tratar como se fosse uma cliente minha. Fizemos coloração, madeixas, progressiva, maquilhagem, tratámo-la com todo o requinte que podíamos oferecer. Ela chorou. Ficámos todos emocionados”, recorda Tatiana.

Após a transformação de Ana Paula, Tatiana e a equipa ainda queriam fazer mais por ela, e decidiram oferecer-lhe um emprego!

“A Ana Paula vai integrar a minha equipa. Vou profissionaliza-la. Se ensinei mais de 17 mil pessoas, porque não a hei-de ensinar a ela?” diz Tatiana.

Ana Paula combinou com Tatiana passar no salão no dia 3 de junho. “Ela vai iniciar o curso de 5 dias práticos. Durante esse processo todo, vai morar no salão. Enquanto o salão existir, não há como a deixar na rua. Ela nunca mais vai comer do lixo!”, garantiu Tatiana.

Desde aí, Tatiana publicou uma fotografia de Ana Paula, com a seguinte mensagem: “Eu tenho uma funcionária transexual e ela pediu que publicasse a sua fotografia, porque precisamos de fortalecer esta luta. Foi muito gratificante mostrar à sociedade que fazer o bem não tem preço”, e tornou-se viral.

PARTILHE!

Fazenda de alimentos orgânicos contrata apenas sem-abrigo

Estes amigos constroem a sua própria minicidade para envelhecer juntos – agora milhares estão a copiá-los