in

Diga adeus às clássicas casas de repouso: o futuro para os idosos são as “casas comuns para idosos”

Quando se envelhece, é possível que se venha a precisar de assistência, muitas vezes prestada nos conhecidos lares de idosos.

Contudo, tem-se dado cada vez mais atenção a uma alternativa às típicas casas de repouso: as casas comuns para idosos (senior co-housing).

Este fenómeno teve início na Dinamarca, na década de 60, mas só ganhou fama nos últimos anos, em especial nos EUA.

As casas comuns são, basicamente, comunidades nas quais todos os idosos possuem o próprio espaço, seja um quarto ou um apartamento, e simultaneamente partilha áreas comuns com outros idosos, como a sala de jantar, de estar, biblioteca, jardim, etc.

Assim, todos podem manter a sua privacidade e autonomia, e ao mesmo tempo ter a companhia de outras pessoas, com quem cultivam uma relação de vizinhança e amizade.

De seguida, apresentamos uma lista das vantagens destas casas:

  • Oferece uma melhor qualidade de vida, a nível mental e emocional;
  • São uma verdadeira comunidade;
  • Garante uma maior privacidade;
  • Fica mais barato;
  • Dá mais segurança;
  • Todos podem dar a sua opinião.

Perante todos os pontos positivos, uma casa para idosos pode oferecer um nível de atenção menor do que o de um lar, mas considerando os benefícios de uma vida gratificante, rodeado de pessoas que se preocupam, pode constituir uma opção viável (apenas não como “destino final”).

Por fim, deixamos uma lista das possíveis desvantagens dos lares tradicionais:

  • Custo exorbitante;
  • Mau atendimento e situações de negligência;
  • Deterioração da saúde mental e emocional;
  • Perda de independência;
  • Maior distância;
  • Má qualidade da comida;
  • Impossibilidade de escolher os companheiros de quarto.

Tanto na velhice como na juventude, a companhia é algo absolutamente essencial para o ser humano, um animal social.

PARTILHE!

Pai de 6 crianças faz Simon Cowell chorar em direto na televisão

Keanu Reeves financia secretamente hospitais infantis em todo o mundo