Primeiras gémeas do mundo com cores de pele diferentes já são adultas: vejam como estão hoje!

Esta é a história de Donna Aylmer, uma mulher que ficou radiante ao saber que estava grávida de gémeas. Contudo, após o parto, ficou chocada ao vê-las e constatar que estas tinham cores de pele diferentes!

Lucy tinha cabelo ruivo, olhos azuis e pele clara, enquanto Maria tinha olhos escuros, pele negra e cabelo encaracolado.

Se não se soubesse que eram gémeas, era impossível adivinhar, mas a verdade é que existe uma explicação científica para este fenómeno que deixou a família tão surpreendida.

Donna é metade jamaicana e metade britânica, e o pai das meninas é britânico, e dois óvulos diferentes foram fertilizados por espermatozoides diferentes. Em termos genéticos, Donna possui genes com características claras e escuras, tornando possível esta situação.

Infelizmente, a diferença de cor de pele das meninas fez delas alvo de intimidação, principalmente Lucy.

“As pessoas pensavam que eu fui adotada e chamavam-me de fantasma”, conta Lucy. Por outro lado, Maria queria ser como a irmã.

“Eu costumava chorar com frequência. Eu queria o cabelo vermelho lindo da minha irmã”, diz Maria.

Hoje em dia, as meninas continuam muito diferentes, tanto a nível físico como psicológico, pois Maria adora moda e é mais extrovertida, e Lucy prefere arte e é mais reservada.

Apesar das diferenças, as gémeas mantêm uma relação de grande proximidade, considerando-se as melhores amigas uma da outra.

“Se um dia eu tiver filhos, elas podem parecer-se com a Lucy”, diz Maria, com orgulho.

Veja bem como estão as gémeas atualmente e PARTILHE!

Viúva e sem filhos, atriz Eva Todor deixa herança milionária aos empregados

10 usos inimagináveis do vinagre, jamais terias pensado na nona