Emocionante

A comovente foto do médico a abraçar um paciente idoso em lágrimas: “Eu quero ir para casa para ficar com a minha esposa”

Joseph Varon, um médico que tratava de pacientes com coronavírus num hospital do Texas, estava a trabalhar no seu 252º dia consecutivo quando avistou um homem idoso perturbado na unidade de cuidados intensivos de Covid-19.

O abraço reconfortante de Varon ao idoso no Dia de Ação de Graças foi registado por um fotógrafo e acabou por se tornar viral em todo o mundo.

Varon, chefe da equipa do United Memorial Medical Center em Houston, disse que estava a entrar na unidade quando viu o paciente idoso “fora da cama e a tentar sair do quarto”.

“E ele estava a chorar. Eu cheguei perto dele e perguntei-lhe o porquê. Ele disse que queria estar com a sua mulher. Então, apenas o abracei. Estava-me a sentir muito triste, assim como ele, e tive muita pena”, conta Varon.

“Eventualmente sentiu-se melhor e parou de chorar. Não sei como não desmoronei. As enfermeiras choram a meio do dia”, acrescentou.

Segundo Varon, o isolamento na unidade de Covid-19 é extremamente difícil para todos, principalmente os idosos.

“Você pode imaginar. Estar dentro de uma sala onde as pessoas entram em trajes espaciais. Quando se trata de um idoso, é ainda mais difícil porque está sozinho. Alguns deles choram. Alguns deles tentam fugir. Na verdade, tivemos uma pessoa que tentou escapar por uma janela no outro dia”, conta Varon.

Segundo o médico, felizmente o idoso da fotografia encontra-se muito melhor. “Esperamos que antes do final da semana ele possa sair do hospital”, disse.

Varon também fez questão de deixar uma mensagem para as pessoas que não estão a tomar precauções nesta pandemia.

“As pessoas andam em bares, restaurantes, shoppings… É uma loucura. Não ouvem e acabam na unidade de cuidados intensivos. Precisam de saber que não quero ter que abraçá-las, e precisam de fazer as coisas básicas – manter a distância social, usar máscara, lavar as mãos e evitar ir a lugares onde há muita gente. Se fizessem isso, profissionais de saúde como eu poderiam descansar”, concluiu.

Mais Populares

To Top

Possível adblock detectado

Se estiver a usar um Ad Block por favor desligue-o no nosso website. Os anúncios são essenciais para a manutenção deste website.

Refresh