Comissário de bordo gay responde de maneira brilhante a uma passageira rica e mal-educada

Certas pessoas acham-se superiores aos outros apenas pelo seu estatuto social, mas há quem lhes saiba responder à letra e coloca-las no seu lugar.

Esta é a história de um comissário de bordo homossexual, que lidou brilhantemente com uma passageira snob, que estava a recusar-se a fechar a bandeja para a aterragem do avião.

O comissário pediu à jovem para levanta a bandeja, mas ela ignorou. Então, o comissário disse algo que a deixou boquiaberta.

Aqui fica um testemunho:

“O meu voo estava a ser servido por um comissário de bordo, claramente gay, que mostrava isso escandalosamente. Ele parecia colocar todos de bom humor enquanto servia a comida e a bebida.

Quando o avião se preparou para descer, ele veio a correr pelo corredor e disse: “O Capitão Marvey pediu para anunciar que ele vai aterrar o avião em breve. Por isso, pessoas queridas, agradecia se pudessem levantar as bandejas”.

Na viagem de volta pelo corredor, ele reparou que uma mulher jovem, extremamente bem vestida e exótica, não tinha movido um músculo. O homem, de forma simpática, disse: “talvez você não tenha me ouvido a falar sobre aqueles grandes motores brutos, mas eu pedi para levantar a bandeja, para que o capitão possa pousar o avião”.

Calmamente, ela virou a cabeça e disse: “no meu país, eu sou uma princesa e não recebo ordens de ninguém”.

Sem hesitar, o comissário de bordo respondeu: “docinho, no meu país sou chamado de rainha, por isso estou acima de você. Bandeja para cima!”. PARTILHE!

Esta igreja hospeda todas as noites 250 pessoas para evitar que elas durmam na rua

Ao ajudar amigo, homem acaba por salvar a sua própria vida