Descoberta: cidade do Rei Davi foi encontrada exatamente onde a Bíblia dizia

De acordo com o professor Avraham Faust, da Universidade Bar-IIan, a existência do rei Davi é um tema bíblico que tem sido muito debatido nos últimos 25 anos.

Juntamente com os seus colegas, o professor acredita ter descoberto provas da existência do rei Davi em Tel ‘Eton, um vale próximo das colinas de Hebron, em Israel, que os estudiosos pensam ser o local da cidade bíblica de Eglom.

Eglom foi uma das cinco cidades ultrapassadas por Josué, e posteriormente incluída na herança de Judá. O seu rei é um dos cinco reis que tentaram, sem sucesso, ultrapassar a cidade de Gibeão.

Devido à localização e datação por carbono, o professor Faust e os colegas acreditam que o local que descobriram é a cidade de Eglom.

A estrutura que encontraram data do século X, quando, de acordo com o que consta na Bíblia, o rei Davi se encontrava a governar o povo de Deus.

Embora não tenham encontrado nada com o nome do rei Davi, encontraram outras pistas que indicam que a cidade esteve sob o domínio de Israel.

“Descobrimos no local sinais de uma transformação social pela qual a região passou, incluindo a construção de um grande edifício num plano conhecido pelos arqueólogos como a casa de quatro cómodos. Isso é comum em Israel, mas raro ou inexistente noutros lugares. Isso parece indicar que a inspiração ou a causa das transformações devem ser procuradas no planalto. A associação a Davi não se baseia em nenhuma evidência arqueológica, mas sim em dados circunstanciais. Como a origem da mudança parece estar nas terras altas, e como ocorreu na época em que Davi deveria existir, a ligação é plausível”, conta o professor.

Entre as descobertas, foram encontrados artefactos como cerâmica, pesos de tear e pontas de flecha. Apesar disso, os arqueólogos não se querem basear na Bíblica: “a arqueologia não começa com uma crença bíblica e depois procura provas – primeiro, encontramos evidências e depois tentamos entender a verdade por trás delas”, diz o Dr. Eliat Mazar.

A ser confirmada a descoberta, o lugar em Tel ‘Eton vai juntar-se a outros achados arqueológicos como Khirbet Qeiyafa, uma fortaleza militar a sul de Jerusalém, e Tel Dan Sete, uma pedra inscrita com frases como “Casa de Davi”, que indicam que o rei Davi possa mesmo ter existido, e de que a Bíblia pode ser historicamente fiável.

Casal fica boquiaberto quando a empregada de mesa coloca envelope estranho na mesa e diz que é do gerente

Pai sofre de Alzheimer, o filho nunca irá esquecer as palavras que saem da boca dele