in ,

Casal é expulso de um cruzeiro porque a mulher sofre de Alzheimer

Esta é a história de Jean Mérel e a esposa Marie, de 78 e 81 anos, que resolveram fazer um cruzeiro para marcar os 50 anos de casamento.

O casal francês estava radiante por celebrar a data especial num navio da MSC Cruises. Embora Marie sofra da doença de Alzheimer, o médico disse que não havia problema em viajar ao Mediterrâneo e até a incentivou porque mudar de ares podia ser bastante benéfico.

No dia 13 de maio, o barco tinha acabado de sair de Veneza para uma viagem de 8 dias de cruzeiro, quando o casal viu as suas férias destruídas.

De forma a assegurar a segurança da esposa, Jean Mérel perguntou ao pessoal do navio se haveria maneira de reforçar a fechadura da porta da cabine do quarto, e sem fazer ideia do que estava a fazer, acabou por originar o pânico a bordo.

“Nós conhecemos um médico a bordo que disse a única solução era desembarcar, quando nunca examinou a minha esposa”, diz Jean Mérel.

Ao saberem que Marie sofria de Alzheimer, o casal foi expulso do cruzeiro e deixado em Brindisi, no sul da Itália, pelo motivo de que o estado de saúde de Marie apresentava riscos de insegurança a bordo.

“Acabámos a 2200km de casa, sem um plano de voo”, conta Jean Mérel. Sem meios para regressar a casa sozinhos, os idosos tiveram de viajar entre Apúlia e Nantes, pagar as próprias passagens aéreas, táxis e hotéis.

O casal não só sofreu danos monetários, como ainda ficaram verdadeiramente desolados por terem sido expulsos por causa da doença de Marie.

Entretanto, Patrick Pourbais, diretor da MSC Cruises na França, informou que a empresa não vai reembolsar a viagem perdida pelos idosos, estando apenas dispostos a reduzir numa próxima viagem.

O cruzeiro custou 3200€, e a viagem até casa com estadia e transporte ficou em 980€. O pior é que o casal não só não pôde desfrutar das férias, como não vai ver o seu dinheiro novamente.

Apesar de o médico de Marie assegurar que a viagem não constituía perigo, a empresa mandou-os embora sabendo que não tinham sequer como regressar a casa.

Face à situação revoltante, os idosos estão a pensar em processar a empresa para exigir o reembolso.

O que acha desta situação?

Comente e PARTILHE!

Mulher passa por homem que segura cartaz com 5 palavras arrepiantes que a obrigam a agir

Uma rapariga de 17 anos é forçada a dar à luz na rua