Casal confuso ao avistar oficial à chuva até olhar para os pés dela e perceberem tudo

Os condutores que viajavam pelo condado de Prince George, em Maryland, durante uma tempestade desagradável, viram um drástico esforço de resgate no meio da estrada. Em pé, à chuva, estava a oficial de Greenbelt, Sharnise Hawkins-Graham, que estava a supervisionar o resgate.

Carolyn Hammett e o seu marido eram dois dos condutores que pararam o veículo quando detetaram a agente Hawkins-Graham em pé na linha central. Ela estava a proteger algo, mas eles não conseguiam dizer o que era.

Eles ficaram alarmados ao início, mas então eles notaram que a oficial estava a sorrir apesar de estar encharcada.

O marido de Carolyn saltou do veículo e correu para ajudar a agente com um guarda-chuva. Foi quando perceberam que esta estava a proteger uma tartaruga que lutava para atravessar a estrada coberta de chuva.

A oficial Hawkins-Graham temia que a tartaruga pudesse ser atropelada, porque chovia muito e a visibilidade era limitada. Então, ela deixou o conforto seco e quente da sua viatura para protegê-la pessoalmente da tempestade e do tráfego.

A oficial tinha chamado o controlo de animais para obter assistência primeiro, já que as tartarugas que partiam podiam ser perigosas, mas a ajuda ainda não tinha chegado. Ela estava a caminho da Guarda de Honra para uma cerimônia de naturalização quando reparou na tartaruga e sabia que ela tinha que ajudar, mesmo que isso significasse ficar encharcada para proteger um animal.

“Eu não podia acreditar que ela estava lá a guardar aquela tartaruga em toda aquela chuva. Poucas pessoas fariam isso, independentemente da sua ocupação. Ela estava a servir e a proteger em todos os sentidos da palavra”, conta Carolyn.

Carolyn e o seu marido correram para casa para pegar em algumas pás, que usaram para recolher a tartaruga e mudá-la para uma área arborizada, onde estava a salvo do tráfego. A agente agradeceu a Carolyn e ao seu marido pela ajuda e depois continuou o seu caminho.

Mas Carolyn não conseguia parar de pensar no que a oficial fizera e decidiu partilhar a história – que gesto maravilhosamente compassivo que Hawkins-Graham teve para com a tartaruga.

Um restaurante expulsa uma criança sem braços porque só pode comer com os pés

Empregada de mesa fica em choque quando polícias a questionam sobre dinheiro falsificado, mas rapidamente descobre quem está por trás de tudo