Mãe fica chocada ao encontrar o seu bebé com um estranho – mas quando ele diz estas 5 palavras, ela desata a chorar

No Hospital de Crianças de Atlanta, nos EUA, há um voluntário chamado David Deutchman, que facilita a vida dos novos pais ao embalar os bebés nos seus braços, trabalho que já faz há mais de 12 anos.

David, com 82 anos, casado, com 2 filhas e 2 netos, reformou-se há 15 anos, e como tinha muito tempo livre, decidiu que tinha de fazer algo pela sociedade. Então, dirigiu-se ao hospital, onde perguntou se aceitavam voluntários.

Ao longo de um ano, David ajudou o departamento de saúde infantil, mudando-se depois para a secção de cuidados intensivos neonatais.

Segundo o idoso, trabalhar no hospital não só é bom para as crianças, como também para ele próprio.

“Isto faz-me sentir muito feliz. Adoro fazê-lo, não apenas por estar com os bebés, mas também pela boa atmosfera no hospital”, conta David, cujos braços estão sempre abertos para os bebés, e também para as mães e pais que estejam a passar por momentos difíceis.

A mãe do pequeno Logan tem de ir para casa todas as noites tomar conta da outra filha, e de manhã vai sempre visitar o seu bebé prematuro nos cuidados intensivos. Ela sentia-se bastante culpada por não ficar com ele à noite, mas certo dia chegou ao hospital e viu David sentado com o seu bebé nos braços.

“Olá, eu sou o avô do hospital”, disse David, deixando a mãe de Logan muito emocionada, pois sentiu que o seu menino estava em muito boas mãos.

Um cidadão exemplar. Se concorda, PARTILHE!

Ela queria mais uma filha, mas ao fazer a ecografia teve uma surpresa emocionante

Aliança, vestido e bolo: o casamento dela teve tudo, menos o noivo