in

Aprenda a parar de reclamar e a agradecer por aquilo que tem: só assim atingirá um alto grau de maturidade espiritual

Ao longo da vida, é importante aprender a dar valor ao que se tem e deixar de reclamar. Quando isso acontece, é sinal que se conseguiu atingir a maturidade espiritual.

A maturidade espiritual implica saber aceitar os erros conhecidos, perdoar-se a si próprio e aos outros, não brincar com aquilo que importa realmente e saber identificar quando alguém precisa de ajuda.

Uma pessoa espiritualmente madura não incentiva os ouros a procurar vingança, mas sim a melhor forma de curar a mágoa sem infligir dor nos outros.

Atingir a maturidade espiritual possibilita ser mais seletivo e perceber que só se pode contar com muito poucas pessoas, mas ainda assim conseguir ser uma pessoa empática que ajuda sem esperar nada em troca, e não julga os outros pela aparência.

Ser maduro espiritualmente significa também não comparar a própria dor com a dos outros, não interferir nas escolhas das outras pessoas e saber respeitá-las e sentir prazer em estar sozinho.

Contudo, nem sempre é fácil atingir essa mesma maturidade espiritual. Para isso, é preciso superar uma série de altos e baixos com a própria força. É preciso aprender a amar-se a si próprio, a saber os próprios limites sem se condenar, a perdoar-se a si mesmo e aos outros, dedicando as suas energias ao bem e deixando de lado sentimentos mesquinhos.

Acima de tudo, a maturidade espiritual vai distanciar-nos naturalmente das pessoas negativas, vai ajudar-nos a não acreditar em promessas vãs, a não sentir inveja e sim a querer melhorar quem somos, dando graças a tudo o que temos.

PARTILHE!

Fazem-lhe ecografia após 8 anos sem poder ter filhos. Ela fica sem fôlego quando o médico lhe mostra o ecrã

As crianças que ajudam nos afazeres domésticos serão adultos de sucesso