Depois de acidente em passeio, cães ajudam mulher a sobreviver durante 3 dias

Esta é a história de Annette Poitras, uma mulher que foi passear na floresta com os três cães em novembro de 2017, num dia de outono chuvoso.

Annette, uma mulher de 56 anos, quis dar um passeio ao ar livre na floresta perto da cidade canadense de Coquitlam, na província de British Columbia, na companhia dos seus adorados animais de estimação.

Aquela caminhada não era nada de especial para Annette, que estava mais que habituada a passear com os seus cães durante horas.

Porém, desta vez acabou por escorregar num sítio lamacento e caiu num declive. Ao tentar levantar-se, percebeu que tinha magoado a perna na queda, e não era capaz de se erguer, quanto mais andar.

Então, procurou o telemóvel para pedir ajuda, mas percebeu que este tinha caído do bolso durante a queda e desaparecido.

O marido ficaria alarmado ao ver que Annette não estava de volta daí a umas horas, mas a mulher estava angustiada a pensar no tempo que iam levar a preparar o resgate e encontra-la.

Ela estava sozinha, sem poder andar, e estava cada vez mais frio. O que lhe valeu foram os seus cães, que ao verem-na debilitada, assumiram um papel importantíssimo: um deles ficou de guarda, outro foi à procura de comida, e o outro aconchegou-se a ela para a manter quente.

Ao cair da noite, um dos animais cavou um buraco no chão para dormir mais protegido, o que Annette fez também e ficou mais quente e confortável.

Passaram assim três dias – Annette estava encharcada, cheia de frio e esfomeada, mas sempre acompanhada pelos seus leais companheiros.

Felizmente, um helicóptero voou por cima das árvores, e assim que Annette ouviu esse som milagroso, soube que não teria outra oportunidade e arrastou-se para uma clareira e começou a abanar o seu casaco.

Uma equipa de aproximadamente 100 pessoas, entre elas profissionais e voluntários, procuravam por ela e aplaudiram quando finalmente foi levada em segurança, após ter sido vista pela equipa de resgate no helicóptero.

Annette ainda precisou de ficar algum tempo no hospital, mas não tinha ferimentos graves. Quanto aos seus amados cães, esses só precisaram de uma noite abrigados e comida para recuperar.

Rapaz desaparece em viagem com a família e sai vivo para contar realidade absorvente sobre o pai

Mãe com demência recupera a memória após consumir 2 alimentos diariamente