Antes obesa, esta mulher é hoje inspiração para milhares de pessoas

Esta é a história de Alvina Ray, da Filadélfia, EUA, que passou maior parte da vida infeliz por ser obesa.

Alvina, de 32 anos, tentava sempre compensar o vazio que sentia através da comida, o que se acabou por tornar um ciclo vicioso muito pouco saudável. Ela comia quando se sentia mal, e sentia-se mal quando comia!

A mulher chegou a atingir mais de 110kg de peso, o que deixou a sua autoestima ainda mais arrasada.

Embora tentasse sempre mostrar-se sorridente, ela sentia-se muito mal com ela própria interiormente, e isso levou-a a ter várias relações tóxicas.

O seu último namorado chamava-a de “porca gorda” e “nojenta”, e Alvina continuava a virar-se para a comida para tentar esquecer a dor. Chegou mesmo a ingerir 5 mil calorias por dia, mais do dobro da quantidade recomendada para um adulto.

Entretanto, Alvina começou a desenvolver problemas de saúde graves, como sinais de diabetes, dificuldade em dormir, e até subir escadas.

“Eu nunca tinha fome, porque comia constantemente. E sempre que comia, não conseguia parar até estar completamente cheia. Eu tinha um relacionamento nada saudável com fast food”, conta Alvina, que a certo ponto deve de começar a comprar roupa na parte de homem porque os tamanhos para mulher já não lhe serviam.

Então, em 2009, com 25 anos, ela percebeu que tinha de mudar a sua vida, e por isso acabou com o namorado, começou uma alimentação saudável e também passou a praticar exercício físico.

Ao início, cortou os hidratos de carbono e não demorou muito a ver os primeiros progressos. Essa perda de peso inicial motivou-a a continuar, e assim deu-se aquela que viria a ser uma grande transformação.

Agora, Alvina é uma mulher feliz, que se sente bem no próprio corpo. Já nem parece a mesma! Quando viu as novas fotografias dela, o ex-namorado arrependeu-se e sugeriu que voltassem, mas ela apenas riu.

Atualmente, tem o seu próprio canal no YouTube, onde publica dicas para uma alimentação saudável, e espera inspirar os outros.

Alvina está muito mais feliz, e encontrou formas saudáveis de lidar com todo o stress emocional. Para além disso, também tem agora um namorado que gosta verdadeiramente dela.

Que inspiração, PARTILHE!

Desconhecido repara em cão atrás de homem em cadeira de rodas e regista o momento que se torna viral

Pessoas com mais de 40 anos devem trabalhar apenas 3 dias por semana, conclui estudo