Alpinista surda cai 100 metros na montanha. Só quando o helicóptero a encontra é que descobrem que ela não está sozinha

Como a maioria dos jovens de 21 anos, Amelia Milling é destemida. Ela também não achava que algo fora do comum aconteceria quando ela partisse para uma caminhada pelo trilho Crow Pass no Parque Estadual Chugach, a quase 30km de Anchorage, no Alasca. Mas, como todas as coisas na vida, nunca se sabe quando um desastre está prestes a acontecer. Amelia é surda e tinha cerca de 6km na sua caminhada quando esta de repente deu uma reviravolta para o pior.

Um dos bastões de caminhada de Amélia estalou de repente, fazendo com que ela perdesse o equilíbrio e caísse. Ela caiu para uma porção de neve da montanha quando bateu numa grande rocha, antes de deslizar mais 100 a 120 metros mais abaixo. Amelia ficou ferida e, enquanto se sentava para inspecionar os seus ferimentos, de repente, viu o que parecia ser um grande lobo branco. O pânico instalou-se até que o “lobo” se aproximou e ela de repente percebeu que o animal tinha um colar à volta do pescoço, o que significava que era o cão de alguém. Instantaneamente, ela soube que aquele husky branco estava lá para ajudá-la.

A coleira do cachorro dizia Nanook, então ela e Nanook voltaram para o trilho antes de parar para acampar durante a noite. O cão nunca saiu do seu lado e ela mais tarde descobriu que Nanook é na verdade um cão guia. No dia seguinte, 24 horas após a queda de Amelia, ela partiu para atravessar um rio, mas a corrente era muito forte e arrastava-a para baixo. Foi quando Nanook agarrou a alça da mochila para puxá-la para fora. Quando ela voltou para a terra, pegou no seu sinal luminoso SPOT, um dispositivo de GPS para alertar os salvadores da sua localização, e os soldados do Estado do Alasca chegaram em seu socorro.

Amelia agradece a Nanook e às tropas estaduais por salvá-la, mas acima de tudo chama o cão de seu herói por nunca sair do seu lado. Se não fosse por ele, ela não saberia se teria forças para se levantar e tentar chegar em segurança. Quando os donos de Nanook foram avisados ​​da localização dele, ficaram chocados por ele ter ficado tão longe de casa, mas aparentemente esta não é a primeira vez que ele salva uma vida. Uma vez, salvou uma menina presa no rio também!

Assista à história reconfortante no vídeo abaixo e PARTILHE!

Observe estes animais e escolha um deles: descubra o que dirá sobre a sua personalidade

30 anos depois de o pai desaparecer, rapaz descobre fotografia arrepiante numa notícia local que o faz correr para a polícia