in ,

Menino de 6 anos vê a vizinha a agir de forma estranha e sabe que tem de agir imediatamente

Esta é a história de Dorian Beshara, um menino que salvou a vizinha quando tinha apenas 6 anos.

Certo dia, estava em casa da avó em Salem, New Hampshire, quando olhou para a janela e viu Dorothy Beal no seu bebedouro. Eles conheciam-se desde sempre, mas algo parecia errado…

O pequeno conhecia bem a vizinha de 84 anos da avó, e costumavam cumprimentar-se, mas desta vez Dorothy estava a exibir um comportamento estranho. Parecia estar ferida, e estava a acenar para Dorian, que logo resolveu pedir ajuda.

“Eu estava a olhar para ver se a Dorothy estava no quintal da frente para eu poder dizer olá. Eu sabia que ela tinha partido alguma coisa, então liguei para o meu pai e para o meu tio e disse-lhes para virem”, conta Dorian.

Os dois foram a correr ter a com a idosa e chamaram a ambulância, e mais tarde soube-se que de facto Dorothy tinha partido as costas enquanto se curvava noquintal.

As dores eram muito fortes e ela precisou de tratamento médico, e felizmente Dorian deu por isso a tempo e soube a importância de chamar um adulto.

“Ele era a minha única esperança”, disse Dorothy em relação ao pequeno. “Eu inclinei-me e ouvi as minhas costas partir e doeu muito, então fiz-lhe sinal para vir”, continuou.

Naquele dia, Dorian tornou-se o herói de Dorothy, que está muito grata pela sua ajuda. Os pais e bombeiros com quem o menino falou ficaram muito orgulhosos dele.

“As crianças pequenas podem fazer muito mais do que pensamos. Sou o pai mais orgulhoso de todos os tempos”, disse o pai de Dorian.

Desde aí, Dorian e Dorothy estão mais chegados do que nunca, e convivem muito. “Nós somos amigos, ele cuida de mim. Bate à porta e vem-me visitar, e depois segue o seu caminho”, conta a senhora.

Ela sabe que com Dorian por perto, estará sempre segura. PARTILHE!

Menino é intimidado por ter pernas deformadas “como um flamingo”

Mulher de 77 anos levanta dinheiro na caixa multibanco quando 3 homens aparecem – mas eles meteram-se com a avó errada