Histórias

A mãe das crianças volta para casa muito tarde e a ama chama a polícia por abandono de menores

Recentemente, o dilema de uma jovem babysitter sobre uma mulher para quem trabalhou tornou-se viral na internet.

De seguida, deixamos o testemunho escrito por ela na plataforma Reddit:

“Eu (sexo feminino, 28 anos) faço de babysitter aos fins de semana para conseguir algum dinheiro extra. Há uma família que eu definitivamente deveria ter recusado, mas as crianças são muito queridas e o dinheiro dá sempre jeito. O meu problema é que a mãe delas nunca chega a horas a casa. Ela costumava não me dar horários de regresso, mas finalmente comecei a questioná-la, pois isso tornava impossível para mim fazer o que fosse ao fim de semana. Eu estava a fazer de babysitter para que ela pudesse ir ao “brunch”, mas ela fica fora das 11h às 19h, ocupando o meu dia inteiro. Depois disso, ela começou a indicar horas de regresso, mas nunca as cumpria nem ligava para avisar.

No sábado, cheguei à casa dela às 6 horas e ela deveria voltar para casa às 9. Eu disse-lhe que precisava que ela chegasse a tempo porque eu tinha planos de sair com os amigos. Comecei a arranjar-me em casa dela depois de adormecer as crianças, mas passou das 9 e ela ainda não estava em casa. Liguei para ela, sem resposta. Mandei mensagem, sem resposta. Mais uma hora. Nada. Continuei a mandar mensagens, e acabou por bater a meia-noite. A essa altura, meus planos já estavam arruinados há muito tempo, e eu estava chateada e exausta. Liguei para ela e deixei uma mensagem de voz a dizer que se ela não chegasse na próxima hora, ia considerar as crianças abandonadas e chamar a polícia. Também enviei mensagem a dizer isso. Tentei de novo ligar para ela 30 minutos depois e foi para o correio de voz no segundo toque. Se ela tivesse avisado que ia demorar mais tempo… mas nem isso. Não conheço ninguém da família dela, nem o pai das crianças, então não posso ligar para eles. Dei-lhe um período de tolerância de 15 minutos e tentei ligar novamente, sem sucesso. Finalmente, liguei para a polícia (linha não emergencial). Eles apareceram e eu mostrei o nosso acordo nas mensagens do início da semana, em que ela confirmava que estaria em casa às 9. Eles tentaram entrar em contacto com ela, mas ela não respondeu. Fui dispensada e levaram as crianças para a delegacia. Fui para casa e fui para a cama.

Sou acordada às 3 da manhã por uma chamada frenética. Era ela. “Onde estão as crianças? Porque não estás aqui?”, perguntou aos berros. Eu disse-lhe que cumpri o que lhe disse, e para ela ir para a delegacia. Ela insultou-me, eu desliguei e voltei a dormir.

No dia seguinte, ela enviou-me um texto a dizer que o pai das crianças foi chamado e que há uma investigação lançada contra ela. Chamou-me de todos os nomes possíveis e imaginários, mas eu não achava que estava errada até falar com uma amiga que tem filhos. Ela disse que eu deveria ter esperado e recusado a tomar conta das crianças novamente e perguntou se ser mesquinha vale a possibilidade da mulher perder os filhos. Agi mal?”

Qual a sua opinião?

PARTILHE!

Mais Populares

To Top

Possível adblock detectado

Se estiver a usar um Ad Block por favor desligue-o no nosso website. Os anúncios são essenciais para a manutenção deste website.

Refresh