11 meses após adotar órfã da China, vizinha revela algo chocante sobre a criança na fotografia, que a mãe não consegue ignorar

Infelizmente, os orfanatos chineses estão cheios de bebés abandonados e crianças que só querem uma coisa – ser amadas. As condições não são as melhores, mas os trabalhadores tentam tornar os abrigos tão acolhedores quanto possível.

Dawson e Hannah cresceram no mesmo orfanato e consideraram-se irmãos – a sua ligação era linda e inquebrável.

Eles até partilharam a mesma mãe adotiva que foi designada para o bem-estar deles aos fins-de-semana, mas acabou pro chegar o dia em que os dois foram separados.

Hannah finalmente encontrou um lar onde poderia ficar para sempre, mas ela e Dawson não passariam mais os dias todos juntos. Infelizmente, a dupla dinâmica seria separada e Dawson seria deixado para trás na China.

Sharon e Andy Sykes acolheram Hannah na sua família. A menina instantaneamente ganhou dois irmãos que a adoraram, mas ela ainda sentiu a falta de Dawson.

“Eles tinham tão pouca consistência, mas tiveram-se um ao outro naqueles primeiros anos de formação. Eles chamam um ao outro de irmão e irmã”, conta Sharon.

Sharon disse que o vínculo estreito deles era claramente evidente durante todo o processo de adoção. Em cada atualização de foto que a família Sykes recebia da sua agência de adoção, Hannah sempre era retratada com Dawson, os dois mãos dadas e sentados um ao lado do outro.

A mãe de Hannah sentiu necessidade de encontrar uma nova casa para Dawson, então ela recorreu às redes sociais para partilhar a sua história. Hannah poderia estar a morar no Texas com a sua nova família, mas o seu coração dolorido deixara um pedaço para trás na China com Dawson. “Ele estava no meu coração. Eu não conseguia parar de pensar nele.”

Amy Clary estava a jantar com a sua família quando soube da história de Dawson através de um amigo que tinha visto a publicação de Sharon no Facebook. O marido dela, Christopher, brincou que, quando voltasse da zona de brincar com os seus filhos, Amy já haveria de ter decidido que Dawson seria deles.

“Eu fiquei fora 45 segundos, ou talvez dois minutos, e ela disse: vamos adotar este menino. Eu acabei por dizer: tudo bem”, conta Christopher.

Os Clary têm três filhos com menos de cinco anos, mas amor suficiente para mais. Eles tinham criado filhos no passado e sentiam a sua fé a chamá-los para adotar Dawson.

Quando a adoção de Dawson foi aprovada, Amy e Sharon decidiram que as duas crianças deveriam encontrar-se, especialmente porque estavam tristemente separadas há meses. O que os dois pequeninos não sabiam é que estavam prestes a tornar-se vizinho, vivendo a apenas cinco minutos um do outro.

Quando Dawson, de três anos de idade, desceu do avião e atravessou o aeroporto com a sua nova família, ele viu a sua melhor amiga. Hannah, de quatro anos, estava pronta e à espera.

“Eles devem ter-se abraçado 400 vezes. Eles continuaram abraçados e ficaram tão tontos que caíram”, contam os pais.

Graças à amizade de Dawson e Hannah, os Clary e os Syke também se tornaram muito próximos. Sharon disse que as pessoas veem as adoções como se os pais adotivos estivessem a fazer algo maravilhoso pelas crianças, mas, na realidade, as crianças abençoaram as suas famílias adotivas.

Assista ao lindo reencontro dos pequenos no vídeo abaixo e PARTILHE!

Mulher de 77 anos levanta dinheiro na caixa multibanco quando 3 homens aparecem – mas eles meteram-se com a avó errada

Cão canta no America’s Got Talent e Simon Cowell aplaude de pé